GTA: The Trilogy – Definitive Edition, um dos jogos com pior nota dos últimos tempos

Apesar das polêmicas, a coletânea reúne três games clássicos da franquia: GTA 3, GTA: Vice City e GTA: San Andreas. O pacote remasterizado está disponível para PlayStation 4, PS5, Xbox One, Xbox Series X/S e Nintendo Switch, além da versão atualmente indisponível para PCs

Todo mundo estava ansioso diante do lançamento da coletânea ‘GTA: The Trilogy – Definitive Edition’, que deveria comemorar três jogos icônicos de uma das franquias de maior sucesso no mundo dos games. O que antes era sonho, se tornou um pesadelo para a Rockstar. Repleto de bugs e com um desempenho péssimo nos consoles, o combo pode ser considerado um dos piores jogos revisados ​​por usuários dos últimos tempos pela plataforma Metacritic, site que analisa os principais jogos do mercado e que é reconhecida mundialmente.

Com nota 0,5 de 10, associada a partir de 2.903 avaliações feitas até o momento, ficou em quarto lugar entre os piores no site, de acordo com o CBR. Atrás da coletânea, só ‘Madden NFL 21’, ‘World of Warcraft Classic: Burning Crusade’ e ‘Madden NFL 22’. Em todos esses casos, a nota baixa, mais do que uma má avaliação do jogo em si, corresponde a um sinal de protesto da comunidade gamer.

Em sua grande maioria, a reclamação diz respeito à falta de qualidade do remaster dos jogos do PlayStation 2. Gráficos mal otimizados, que repetidamente utilizam texturas que fogem do natural, passando longe do realismo, além dos modelos de personagens com defeito, são os principais motivos de queixas. Os efeitos climáticos aprimorados (especialmente a chuva) – ainda que sejam considerados melhorias, tornam quase impossível navegar pela cidade do game. E sabe o que é pior? A Rockstar ainda quer cobrar R$ 319,90, mesmo depois de tudo isso.

E o que mais surpreende de forma negativa é a própria forma com que a empresa lidou com o lançamento de ‘GTA: The Trilogy – Definitive Edition’. Até então, os três jogos estavam disponíveis separadamente e à venda nas plataformas digitais. Porém, algumas semanas antes do lançamento oficial da coleção, a Rockstar retirou todos eles das lojas digitais, induzindo os jogadores a comprar apenas a Edição Definitiva, fazendo com que fosse a única disponível que ainda não tinham ‘Grand Theft Auto III’, ‘Vice City’ e ‘San Andreas’.

E tem mais polêmica: dataminers encontraram dados relacionados ao polêmico mini game de sexo Hot Coffee no código de ‘San Andreas’. O modo de jogo foi programado pelos desenvolvedores, porém, não estava habilitado quando chegou às lojas. Mas o estrago já estava feito. Modders conseguiram uma forma de ativá-lo, não apenas para PC, mas também nos consoles PS2 e Xbox, o que causou uma imensa polêmica pelo teor sexual em um jogo recomendado para maiores de 17 anos.

E não para por aí. A Rockstar ainda enfrentou brigas judiciais diante desse caso e, em 2009, fez um acordo em uma ação coletiva pagando mais de US$ 20 milhões para solucionar o problema. Essa foi apenas uma das escorregadas que a empresa deu com a trilogia remasterizada da popular franquia de GTA. A versão para PC, por exemplo, teve que ser removida das lojas digitais horas após o lançamento por conta da presença de “arquivos não-intencionalmente incluídos”, o que envolvia principalmente músicas cuja licença não foi renovada para as novas versões e, portanto, não poderiam ser incluídas no pacote.

O que você esperava do game? Ficou decepcionado? Conte aqui pra gente.

+1

Compartilhe nas redes sociais

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Categorias