Gameterapia: como a técnica pode ajudar na reabilitação de pacientes

Muito além da diversão, os jogos virtuais ajudam na recuperação de pessoas

Você sabia que os videogames atualmente são utilizados em sessões fisioterapêuticas, neurológicas e ortopédicas que acabam ajudando na reabilitação de pacientes, tornando o tratamento mais dinâmico e recreativo?  Conhecida como gameterapia, a técnica foi desenvolvida no Canadá em 2006 e, ganhou muitos adeptos no mundo todo. Entre os diversos benefícios que a técnica proporciona, estão:

  • Aumento do controle do próprio corpo;
  • Melhora na concentração;
  • Aumento da autoestima;
  • Alívio do estresse;
  • Estímulo do cérebro;
  • Fortalece os músculos.

Além disso, a gameterapia facilita a adaptação dos pacientes, principalmente jovens e crianças em tratamentos fisioterapêuticos. Ainda que não substitua outras práticas, a técnica é muito bem aceita por médicos e pacientes. Sendo que, o principal motivo, é de possibilitar tirar o foco da dor e dos problemas e centralizar as sessões em uma brincadeira virtual.

A partir da interação com os jogos, esses pacientes conseguem fazer diversos tipos de exercícios, de diferentes objetivos, fazendo uma simulação de movimentos reais. São os profissionais responsáveis pelos tratamentos que escolhem os jogos.

O mais comum no tratamento é o paciente ser acomodado diante de sensores que captam seus movimentos. Dessa forma, é possível guiar os personagens durante os jogos, e o processo pode ser controlado pelo terapeuta ou o profissional mais adequado.

Em dezembro de 2018 durante o Brasil Game Show (BGS), maior evento de games da América Latina, a técnica ganhou espaço, mostrando a ligação da fisioterapia com o universo dos games.

No evento, foi montado um estande apenas para mostrar como o mecanismo é utilizado pela ONG paulista Casa de David, que cuida de aproximadamente 440 pessoas com deficiência física ou intelectual.

E vocês, já conheciam a técnica? Viu como os jogos eletrônicos podem oferecer muitos benefícios a todos?

Se você tiver sugestões de outros temas sobre o universo dos games para aparecer no blog, é só mandar pra gente.

+1

Compartilhe nas redes sociais

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Categorias

Selecione a categoria

Últimos Posts

Fale conosco